recuperar password
bool(true)

Um doce para voc̻s РIvan Silva

Todas sabemos que ainda mal passou o Dia dos Namorados e que só temos olhos para o nosso rico namorado/marido/amante/whatever, mas aqui ninguém é cego, right? Como costumo dizer, e bem, não vamos jantar mas podemos muito bem ver o menú...

Para vos amaciar a vista (e estou convencida, o coração), fiquem a conhecer o Ivan Silva, modelo português agenciado pela Face Models, a dar cartas no estrangeiro e, muito mais que isso, um miúdo com bom coração. Fomos falar com ele e descobrir o que reside por detrás dos seus abdominais de ferro e que é, no final de contas, aquilo que mais importa.

O Ivan tem 21 anos e foi-nos “presenteado” pela bela cidade de Estarreja, em Aveiro. Fiquem com ele.

Como surgiu a moda na tua vida?

A moda apareceu em 2010, quando fui abordado na rua para participar num concurso. Na altura, não tinha em mente tornar-me modelo, nem nunca tinha pensado sequer nessa possibilidade. Mas arrisquei e aqui estou eu.

Como é que um “miúdo” novo e simples como tu se sente lá fora, a crescer enquanto modelo?

Sem dúvida que a minha profissão é muito gratificante. O facto de passar muito tempo fora também é uma das razões para tal; apesar de estarmos longe das pessoas que amamos e de andarmos sempre de um lado para o outro de mala na mão, vivemos experiências inesquecíveis, fazemos amigos para a vida e visitamos países que possivelmente nunca teríamos pensado visitar.

Qual a parte mais difícil do teu trabalho e porquê?

 Creio mesmo que a parte mais difícil, ou ‘chata’, é a concorrência; as pessoas muitas vezes não têm noção, mas existem milhares e milhares de modelos por todo o mundo… E quando falamos em grandes capitais europeias, falamos de filas de 300, 400 modelos à nossa frente num casting, muitas das vezes para escolherem apenas um ou dois para o trabalho.

 O que é que tens a dizer aos modelos que estão a começar?

Apenas que acreditem neles próprios e que arrisquem.

Descreve-te em três palavras.

Divertido, amigo e lutador.

Essa “saúde” toda advém da genética, ou de exercício?

Esta saúde toda (risos) advém da genética, mas com muitas horas de treino físico por semana.

Conta-nos um “guilty pleasure” teu.

Doces e chocolates. Posso viver num mundo de doces e chocolates e não engordar (risos).

Quais as melhores coisas que tens na vida?

Os meus dois sobrinhos, que me deixam completamente babado! 

O que vais fazer no próximo fim-de-semana?

Muito possivelmente irei divertir-me com os meus amigos e tocar samba, pois também sou músico.

Quais as palavras que mais gostas de ouvir?

‘Bom trabalho!’. E palavras amorosas, que são sempre bem-vindas.

Onde te sentes “em casa”?

Para além da minha verdadeira casa, que é em Estarreja, sinto me muito bem em Lisboa!

 O que te faz rir?

Eu basicamente estou sempre a rir, portanto é difícil responder… Tento contornar todas as situações de maneira a tirar alguma coisa divertida delas.

Quem é a pessoa mais importante da tua vida?

Não tenho “a pessoa mais importante da minha vida”. Tenho, sim, várias: os meus pais, os meus irmãos e sobrinhos, o meu booker (e melhor amigo) e a minha namorada.

As descomprometidas tirem os cavalinhos da chuva que o Ivan é comprometido (e, ao que parece, bem).

Partilhe este artigo com os seus amigos!

Top Supa

As Mais Recentes

Para mais informações, parcerias, entrevistas, contacto com os bloggers ou colaborações, enviar email para info@supa-world.com
Supa 2014 | Copyright © . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte de qualquer conteúdo deste site.